Prefeitura de São Luís combate Aedes aegypti em visita a 6.900 casas no distrito do Vinhais

Uma guerra implacável contra a proliferação do mosquito Aedes aegypti está deflagrada em São Luís. Na manhã desta sexta-feira (26), a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) deslocou agentes de saúde e de endemias nas ruas do Vinhais e bairros adjacentes, em mais um grande mutirão de combate ao inseto.

Cerca de 350 profissionais, além de soldados do Exército, foram destacados para fazer a visita de casa em casa, realizar o trabalho de identificação e tratar os focos do mosquito nas residências. As equipes visitaram 6.409 imóveis no Distrito Vinhais (residências e estabelecimentos comerciais), sendo 4.623 vistoriados e 1.786 imóveis fechados. Os agentes de endemias identificaram 179 imóveis com focos do mosquito Aedes; 805 imóveis receberam tratamento com larvicida.

A realização dos mutirões integra a campanha “Todos na Guerra contra o mosquito Aedes aegypti”, lançada pela Prefeitura de São Luís, com o objetivo de reduzir os índices de infestação do inseto, principal vetor de doenças como o zika vírus, dengue e febre chikungunya, moléstias que desencadearam em todo o país um grande problema de saúde pública devido aos altos índices de contaminação e às graves complicações acarretadas ao organismo humano.

ImageProxy

Esta é a quarta edição do mutirão contra o mosquito realizado pela campanha na capital. Além do Distrito Vinhais, a ação já foi promovida também nos bairros da Liberdade, Cidade Operária e São Francisco/Ilhinha. Segundo a superintendente municipal de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, Terezinha Lobo, a escolha dos bairros onde a ação tem sido realizada prioritariamente de forma mais ostensiva tomou por base o último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), que aponta os bairros com maior incidência das doenças relacionadas ao Aedes.

Terezinha Lobo analisou positivamente os resultados obtidos pela ação nos bairros onde foram realizados os trabalhos domiciliares de combate ao mosquito. Ela afirma que a população tem que permanecer permanentemente alerta. “O grande objetivo do mutirão é eliminar os focos do mosquito. E isso nós temos feito de forma maciça, visitando as casas de quarteirão em quarteirão com um trabalho minucioso de destruição de criadouros e de conscientização da população sobre o problema. Grande parte da população tem entendido a nossa mensagem e colaborado aplicando as práticas corretas contra os criadouros do inseto. Mas ainda é necessário muito mais engajamento, que todos realmente coloquem a mão na massa e que cada um faça a sua parte”, disse a superintendente.

Durante o mutirão, as equipes realizam abordagens educativas orientando a população sobre as práticas corretas de combate aos focos do mosquito, fazem também o tratamento necessário nos imóveis visitados, com a colocação de larvicida. Os agentes ainda recolhem resíduos potencialmente favoráveis à proliferação do inseto, como recipientes, pneus, tampas de garrafas, cacos e outros materiais. “Só seremos capazes de evitar uma epidemia com o combate aos locais que podem armazenar água”, frisou a superintendente.

ImageProxy (2)

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUÍS
SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO
Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016